sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Hack de dados publicos

Outro dia no twitter comentei sobre 2011 ser o ano "opendata".

Isso pode ter soado um pouco vazio, já que há temas tão modernos (desktop virtual, android, tablets), por isso escrevo este post. Vamos aos fatos:
Se ainda tem estomago continue.

Reflita um minuto sobre o que isso impacta sua vida. E responda abaixo ...

...

Sempre me fiz essa pergunta, "o que estou fazendo" quanto a isso ?

Infelizmente grande parte da população não aprendeu e detesta política. Não é por menos, já que vivemos no país hipócritamente democrata. O que torna as pessoas massa de manobra mais facilmente e permite a instalação da corrupção mais facilmente.

Mas não é o fim, pelo menos por enquanto, a algum tempo, o governo tem tido a iniciativa de expor os gastos públicos, o que na verdade é lei. Porém o acesso a essas informações nem sempre é fácil ou prático.

Então por quê não capturar as informações dos portais e torná-las mais usáveis ? Daí surgiu o hack[1] de dados públicos.

Recentemente o Maluco iniciou o OpenData-br e alguns hackers o acompanharam.

No próximo mês de março a São Paulo Perl Mongers irá publicar diversos artigos sobre esse assunto no Equinócio. As publicações acontecerão entre os dias 1º/05 e 20/05, o dia do Equinócio. Se quiser colaborar assine a lista e mande suas sugestões. =)

Por isso o twitte! ;)

Cheguei a conclusão que mais uma vez, hacks podem salvar o planeta! :)

Então vamos nessa ....

[1] o termo hacker nada tem referência a quem invade sistemas, e sim a quem faz o melhor uso dos sistemas de informação. Você usa produtos de hackers a todo momento, se você usa a web, agradeça a eles.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário